sexta-feira, 12 de julho de 2013

Sobre a realidade errada.

Depois de dias sem te trazer aos meus pensamentos, te enxerguei em meio a multidão. Não era exatamente você, mas sim a sua presença. Por motivos desconhecidos, sabia que algo de você existia ali, no meio de um grupo de pessoas. Talvez, no sorriso delas. Tinha algo do seu. O modo como elas se expressavam me indicavam fragmentos de você. O desvaneio quase me sucumbiu, mas a realidade se mostrou maior e gritava "Para! Ela não tá ali! Ela foi embora!", me convenceu.

Porém a realidade nem sempre está certa, e dessa vez ela errou. Você realmente estava ali.

Nenhum comentário:

Postar um comentário