terça-feira, 30 de agosto de 2011

Armas químicas e poemas.


Uma palavra na tua camiseta. O planeta na tua cama. Uma palavra escrita a lápis.
Eternidades da semana!

Mais uma janela se apaga no prédio em frente ao meu...

Nenhum comentário:

Postar um comentário