terça-feira, 9 de agosto de 2011

7 meses.



7 meses de uma flores, moedas no bolso pra sorvetes, planos futuros.
Tudo na mais perfeita desordem de ponta-cabeça.

E quem disse que o amor é pra entender?
Obrigada, mais uma vez, vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário